EUA: cidade proíbe venda de McLanche Feliz; empresa discorda

A cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, aprovou uma sanção contra a venda do McLanche Feliz, alegando que a venda “casada” do brinquedo junto com a refeição induziria as crianças a optarem pelo sanduíche, que beira os limites máximos para calorias, sódio, açúcar e gordura.
No entanto, o chefe executivo da companhia de fast food criticou a medida, acusando as autoridades reguladoras de minarem a autoridade dos pais em fazerem as decisões para suas famílias. O diretor classificou aqueles que tentam impedir a venda do lanche como “polícia da comida”.
“Continuaremos vendendo os McLanche Feliz”, afirmou Jim Skinner ao Financial Times. Skinner também disse que a nova regra, que entra em vigor em dezembro de 2011, “tira a escolha pessoal das famílias, que são mais do que capazes de fazerem suas próprias decisões”.

Via Terra

Eu ri foi com o argumento. Quantas crianças não querem ir para lanchonetes só por causa dos brindes, hein?
Para terminar um gráfico que achei bem interessante e está salvo aqui a tanto tempo que sequer sei dizer quando, apesar de acreditar que seja do DailyMail mas, se não for é do The Economist.

Acredito que este gráfico não represente a nossa realidade, já que pago menos almoçando do que comendo no Mac Donald’s, Bob’s ou Burger King (quando podia comer) mas, se você for corajoso e puder comer, no centro vejo um salgado (normalmente frito) com suco por $1,0, por exemplo. São vendidos em bagageiros de bicicletas e muita, mais muita gente compra.

Com dois reais você faz sua refeição ingerindo muito carboidrato, muita gordura e sabe deux o que mais.

Anúncios

Um comentário sobre “EUA: cidade proíbe venda de McLanche Feliz; empresa discorda

  1. Eu tô fazendo um tratamento homeopático para resolver as minhas alergias e tal. E comecei simultaneamente a me alimentar melhor, tirando refrigerantes, doces e estas besteiras. Assim, eu sempre comi bem mas agora está muito melhor. Mari, juro, nunca me senti tão bem fisicamente. Estou com uma disposição sem precedentes. Se as pessoas soubessem como se alimentar bem nos deixa bem, nem entrariam numa McDONALD’s da vida!

Os comentários estão desativados.