Anorexia em crianças de 5 a 9 anos preocupa Grã-Bretanha

Quase uma centena de crianças de cinco a sete anos foram tratadas por anorexia nos últimos três anos na Grã-Bretanha, segundo levantamento de dados oficiais publicados nesta segunda-feira. Os números reunidos a partir de 35 hospitais públicos britânicos revelam que um total de 2 mil crianças de cinco a 15 anos receberam tratamento por distúrbios alimentares durante este período: entre elas, cerca de 600 tinham menos de 13 anos, das quais 98 tinham entre cinco e sete anos e 99 entre oito e nove anos.

Cerca de 1,5 mil adolescentes de 13 a 15 anos também foram tratados por anorexia. Esta doença pode ser subestimada, já que vários centros não quiseram divulgar seus dados. As informações foram publicadas meses depois de especialistas pedirem uma rápida intervenção para prevenir os distúrbios alimentares das crianças. De acordo com pesquisa publicada no mês de abril pelo Instituto de Saúde Infantil da Universidade de Londres (UCL), cerca de três crianças em cada 100 mil com menos de 13 anos sofrem transtornos alimentares no Reino Unido e na Irlanda.

Além dos problemas de anorexia infantil, a Grã-Bretanha também tem o nível de obesidade mais alto da Europa, com 24,5% da população adulta considerada obesa, segundo um informe divulgado em 2010 pela União Europeia e pela Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

 Daqui

É ou não é de se assustar? Meninas tão novas já com essa obsessão pelo peso, pela estética…
Crianças devem e merecem brincar e a única preocupação que deveriam ter seria com o ‘dever de casa’.

Anúncios