O iluminado

Após o natal ele comenta que ganhou um livro de Stephen King famoso pelo terror chamado O Cemitério e me pergunta se eu já li algo dele. Afirmo que de mistério só fui até Agatha Christie e que nunca li nada desse autor. Ai, assim do nada ele vem e fala:

Quero te emprestar um livro dele. Eu tenho O iluminado e A espera do Milagre. Parei encantada e perguntei: trata-se do livro em que o filme foi baseado? Sério?

Há! Adivinhem qual eu escolhi?

Lembrei logo daquela onda de sangue e as gêmeas de vestidinho azul no corredor.

Livro grande e denso que conta a história de um ex-professor e um ex-escritor de futuro chamado Jack que perdeu tudo por conta da bebida e ganhou um trabalho de temporada para ser o zelador de um hotel nas montanhas chamado Overlook. Trata-se de um hotel centenário que já passou por várias mãos e possui várias histórias obscuras e é para onde ele se muda com a esposa e o filho pequeno por alguns meses.

Conto logo que o livro tem este nome porque é o nome que o chefe de cozinha dá a pessoas que conseguem ver e sentir mais do que os olhos veem (se é que me entendem) e é em homenagem ao Danny, o filhinho do Jack, porque ele é quem era o Iluminado. Como bem disse o Chef, o mais iluminado que ele já encontrou em tantos anos de vida.

É um livro muito bom. Devo ter lido as 500 páginas em 7 ou 8 vezes apenas. Demorou muito porque passava 15-20 sem pagá-lo, mas quando pegava, lia fácil 70 a 100 páginas. A demora se deu por conta da regra que eu coloquei: não ler à noite. O problema é que este é o momento em que eu mais leio!

Enfim, recomendo a leitura embora ainda não tenha coragem de rever ao filme que vi há uns 10-12 anos atrás.

o_iluminado21

É… Se você achava que Jack era o personagem principal dessa história por conta do Jack Nicholson com aquela cara de psicopata no cartaz, devo decepcioná-los. O foco da história em no Danny.

Aliás, acho que ele nunca deixou de ser psicopata.

Anúncios

Um comentário sobre “O iluminado

Os comentários estão desativados.