Os homens são de marte e o riso fácil

maxresdefault

As vezes tudo o que precisamos é daquele momento para rir sem compromisso. É assistir a um filme que não seja agregador, só por pura diversão. E foi assim que eu assisti ‘Os homens são de marte… É pra lá que eu vou’.

Essa história de aguardar, aguardar e nada… Do sofrimento das mulheres que já não tem seus 25 anos e que querem viver um amor, querem se vestir de noiva e ter um dia perfeito. Das loucuras que podemos fazer para tentarmos viver esse amor (e mostrando que é sempre a mulher querendo alcançar o homem, e não ao contrário. Com exceção ao pretendente final).

Ri e me diverti numa noite tediosa de domingo. Gostei tanto que agora estou torcendo para mais uma excursão da peça e que ela passe por Recife. A autora e atriz Mônica Martelli está ótima e Paulo Gustavo está imperdível! Depois dessa vou até assistir ‘Minha mãe é uma peça’!

Anúncios