Livros bons e abandonados

Nem todo livro bom eu consigo terminar. Na maioria das vezes a culpa não é do livro propriamente dito e sim de algum acontecimento na minha vida que me faz parar de ler esse livro. A lista fica na minha cabeça porque a minha estratégia e voltar a lê-los em algum momento. Enfim, vamos para a lista?

  1. Náusea. Foi o primeiro e o único livro que eu tentei ler de Sartre e amei. Fui até mais da metade e lembro das cenas relatadas, da biblioteca, das voltas noturnas do personagem como se eu tivesse assistindo a um filme. Esse livro eu li enquanto tentava estudar para entrar na UECE (11 anos atrás). Foi um tempo difícil e o livro estava me fazendo ficar cabisbaixa. Resolvi dar um tempo e nunca mais voltei.
  2. Madame Bovary. Eu tentei ler esse livro um pouco depois de ter abandonado Náusea. Eu tinha acabado de chegar no Ceará a contragosto e não sabia se eu queria mesmo o curso para qual eu iria prestar vestibular. Não foi uma fase feliz e compenetrada da minha vida, como podem ver. Eu nem cheguei no adultério que, mesmo não lendo, sabia que existia. Pelo que eu lembro, o estilo do livro é um pouco machadiano, meio Dom Casmurro. Vai valer a pena voltar um dia a ler. Esse eu consegui emprestado na época. Agora terei que comprar.
  3. A insustentável Leveza do Ser. Esse livro eu estava lendo enquanto fiquei envolvida num trabalho de pesquisa da universidade que tomou muito do meu tempo. Porém lembro até hoje que a personagem que chegou em praga e ficou doente logo depois, desembarcou com um livro nas mãos e ele era Anna Karenina. Existem várias citações lindas porém vejo gente citar que não tem o perfil de leitura… Enfim, foi um livro que abandonei na universidade e ainda não voltei.
  4. 1984. Sou Fã de outro livro de George Orwell mais deixarei para outro post. 1984 eu li por conta desse primeiro livro porém, foi o primeiro livro em .PDF que eu abandonei. Não existia o Kindle ainda, perdoem! Pretendo muito voltar, apesar de saber que ele foi a base para a Endemol desenvolver o Big Brother.
  5. Lolita. Nossa, li esse livro quase todo! Só não lembro o motivo de ter parado. É interessante que o personagem sente culpa e a forma que foi escrito faz até que você entenda lado dele, apesar de não concordar. Claramente escrito para o suposto vilão parecer mocinho. O livro ainda deve estar com o meu marcador lá na estante….
  6. Game of Thrones. Apesar do excesso de personagens o livro é excelente porém não se encaixou na forma que eu leio. Vou explicar melhor… Eu comprei esse livro para o meu pai anos atrás e ele leu em uma semana. Fui ler depois e tive problemas com o tamanho. Fiquei mal acostumada com o Kindle e o livro pesava. Eu li muito enquanto estava de atestado por conta de uma lombalgia porém eu passeava na cama: a cada lado de página eu estava voltada para um lado da cama diferente. É… não é um livro para se ler deitada. Se eu realmente quiser dar continuidade, terei que comprar a versão e-book dele.
  7. Anna Karenina. O livro é lindo, é detalhista ao ponto de você enxergar os vestidos reformados e ainda ver os encontros da elite Russa. A parte 1 eu devorei enquanto fazia uma fisioterapia (ombro? Lombar? Não lembro…). A parte 2 é boa porém a parte 3 achei mais lenta do que as anteriores e acabei indo deixando de lado, de lado, de lado até parar. Perdão para quem gosta de Levin. O e-book ainda está no meu Kindle.

Muitos? Esses são os que eu lembro hoje! Detalhe, eles estão em ordem de leitura abandonada. Saiu assim de forma espontânea e percebi isso só depois de ter concluído a lista.

Anúncios