Glúten no Pier

Alguém ai que tem alergia/intolerância a glúten e afins e come tranquilamente fora de casa?

Como eu disse essa semana: o negócio é perguntar até o garçom/atendente ficar de saco cheio e, se for o caso, pedir e confiar que não vai passar mal. É… comer fora é um grande teste de confiança.

Essa semana eu voltei a um restaurante no Marco zero para comemorar o aniversário de uma pessoa querida do trabalho e sofri. O restaurante eu já tive o prazer de conhecer no passado e passei mal depois então nessa vez perguntei tudooo. Perguntei tanto que o garçom claramente estava alterado e, em questionar a nutricionista, vi a cara dela de desconhecer o assunto. Foi frustrante.

E ainda tem gente que pergunta porque eu como pouco fora de casa.

Questionei sobre o molho da carne, sobre o óleo (que é na verdade gordura vegetal) da batata, do risoto… Foram tantos questionamentos que o problema virou assunto da mesa e o garçom perguntou se eu queria uma salada. Não sei vocês porém, acho muito chato quem me acompanha passar por isso toda vez que sai comigo. O despreparo das pessoas que trabalham com gênero alimentício sobre o glúten e a contaminação cruzada (maior perigo) é grande.

Sobre o restaurante, o caldinho de feijão é bom, o atendimento melhorou desde o início do ano, a porção de file Mion é minúscula para o preço pedido e apesar do drama não passei mal porém, só volto na mesma ocasião: saída em grupo onde a maioria decidiu ir para lá. Nome? Downtown Pier.

Anúncios