O livro A Teoria de Tudo

_20160707_220351

Vou logo entregando tudo: dos livros biográficos ou inspirados em história real, esse foi o que menos gostei.

Vou explicar melhor. O livro é lindo e tão detalhado que você se ver em outro filme e não naquele feito por Hollywood. Isso foi ótimo! Vi sangue, suor e dedicação. Gostei de conhecer mais do maior físico da atualidade, gostei de ver um livro com problemas reais porém, achei cansativo. Para você ter ideia, não lembro se comecei a ler esse livro no final de abril ou no início de maio e acabei em junho. Li e acabei outros livros nesse meio além de ter visto muitos filmes e séries.

Apesar de não desejar lê-lo novamente, confesso que no livro deu para entender muito mais da história do que no filme (apesar de adorar a interpretação de Eddie Redmayne e Felicity Jones). Algumas dúvidas foram esclarecidas, apesar de alguns momentos me lembrar da eterna dúvida da literatura brasileira: Capitu traiu ou não? A lembrança se deu não por conta de supostas traições e sim por ser inteiramente da perspectiva da autora do livro. Achei que alguns pontos tiveram ‘retoques’ porém, não lembro e nem usei marcador nos supostos pontos. Não vou me alongar com isso. A história é dela, a versão é dela e ela contou da forma que quis.

Para quem não sabe, o livro foi escrito por Jane Hawking e conta a história da vida dela, com foco no marido e casamento. Ela e os filhos como meramente coadjuvantes do sucesso e da doença. De tudo o que aconteceu, o que ela fez ou deixou de fazer em prol de todos. Passou pela descoberta da doença, pelos estudos, pelas casas, pelas palestras. Tudo ambientado com a época.

Como disse, adoro me sentir dentro do livro e a autora me proporcionou isso. Só que não foi suficiente. Agora que eu me vi desconfiada procurando microfones dentro de abajures e em baixo da cama ah, isso eu me vi.

Nota: O filme é muito mais suave e romântico do que o livro.

Nota²: Não sei vocês, só que eu prefiro os livros com capas originais e não réplicas de cartazes dos filmes famosos.  Acho que perde um pouco de identidade assim.

Anúncios