20 dias sem lactose

Logo após os 10 primeiro dias, comprei queijo prato da Lacfree (cortado em pedaços para ser congelado e colocado em uso aos poucos), leite condensado para aquele brigadeiro da noite da piracanjuba e um litro de leite da mesma marca para qualquer receita que venha aparecer.

Foi bom porém, não tão honesto.  Todos os produtos acima são feitos sim de leite de vaca. A diferença é que acrescentaram a enzima lactase, que tenho deficiência. Não gostei tanto da idéia porque me senti burlando o sistema, sabe? Como se eu tomasse um fernegan e fosse comer um pedaço de pizza convencional (ou biscoito Maria da Pilar). Não faz sentido.

Pretendo procurar substitutos sem enzima nas próximas compras.

Quando completei 20 dias eu fiz bolo de rolo cuja aula vi no início do ano. Pela primeira vez essa receita seria feita sem glúten e eu poderia finalmente comer. Fiz metade da receita e comi praticamente sozinha. Ao reintroduzir a lactose por três dias consecutivos eu percebi a diferença de viver com e sem leites e seus derivados.

Para quem não sabe, bolo de rolo é feito com manteiga mesmo. Nada de tentar substituir por margarina e os efeitos da lactase insuficiente foram claros: tive enjôo em alguma parte desses dias com uma leve e chata cólica.

Sexta, ainda com um pouco de cólica, voltei a não comer nada com lactose e segui em frente. Sobre a ghee, falaremos no próximo post.

Anúncios