O que não dói?

Sabe quando você percebe que passou da hora de você apostar naquele medicamento para dor mais forte? Quando você lembra que o seu dedo mindinho existe, dói e você nem é culpada por ter deixado ele em alguma quina ou móvel.

Anúncios