Lactose: meses após

lactose_intolerance_by_rentnarb-d4pxp06

O que fazer com o peso perdido sem sentir após (acredito) a descoberta da intolerância à lactose? Perguntando vi que não sou/fui a única a passar por isso após o organismo passar a falhar na produção de lactase e isso ser identificado por especialista.

Por imposição do meu organismo hoje eu tenho uma alimentação totalmente livre de glúten e deveria ser sem lactose. Como ainda estou me habituando a essa última intolerância, eu ainda não tenho receitas adaptadas em quantidade suficiente ou não acho o necessário para fazer tal item totalmente sem lactose.

Sim, ainda estou no processo de adaptação.

O que me preocupa é que durante esse processo estou emagrecendo muito. Ok, sei que eu fico enjoada quando como algo com lactose e acabo não comendo. Sei que eu fico meio inchada quando como algo com isso também, porém para tudo se tem limites e, cinco quilos em 4 meses acho demais.

Eu já estava com o meu peso ideal antes de tentar viver sem lactose. E agora, como ganhar peso novamente sem musculação, comendo só quando tenho vontade e de forma saudável?

É chato falar que preciso ganhar peso num mundo que quase todo mundo quer perder, porém me habituei a ter mais do que eu tenho hoje. Gostava de ter mais bunda, mais quadril, mais coxa e é estranho ter todas as calças 38 saindo sem desabotoar. É estranho não ter quase nada de roupa para parte de baixo e ter perdido itens da parte de cima por perda de peso e também não gosto de der perdido peso suficiente para que mude de tamanho de lingerie. É estranho vestir vestido não porque eu quero ou porque preciso naquele dia e sim porque não tenho o que vestir.

Durante esse processo ainda estou resistente em comprar novos tamanhos e ajustar ainda mais os atuais (algumas peças foram ajustadas porque em parte do ano eu perdi peso conscientemente, querendo e buscando o meu peso ideal). Enquanto eu penso se devo ajustar ou não, sigo com poucas peças, poucas calças, com problemas de calcinha. E aguardando o peso se estabilizar.

Sinto que se continuar assim, terei que pedir ajuda, porém, encontrar um nutricionista bom e que entenda os problemas alimentares não é fácil. No passado passei por três, sendo duas com trabalhos bem ruins e que eu poderia fazer melhor. Até porque uma pessoa que não come glúten receber por e-mail uma dieta com clube social é ridículo. Uma pessoa que come poucos industrializados ter no cardápio lanche com suco de caixinha. Não procuro dietas prontas e é isso que eu estava encontrando.

Imagem daqui

Anúncios