Nulla dies sine linea

Como disse Reinaldo de Azevedo aqui: Nulla dies sine linea Plínio, o Velho, historiador, geógrafo e gramático latino, recomendou a um pintor que considerava meio preguiçoso, falando de sua própria experiência: “Nulla dies sine linea”: ou: “Nenhum dia sem ao menos uma linha”. Vale dizer: quem vive de escrever tem de fazê-lo todos os dias. …

Anúncios

Enquanto isso na ressonância…

Recentemente descobri que existia bursite em quadril. Nunca tinha ouvido falar antes, apesar de parecer super lógico depois. Senti até que envelheci algumas décadas dentro daquele consultório e, para confirmar o diagnóstico, uma ressonância foi solicitada. E lá vamos nós. Num dia com enxaqueca, nem crédito ou banda larga no celular por estar usando um …

Projeto 6 meses

Pensando em consumo, em embalagens e em disperdício, iniciei um projeto de guardar embalagens de cosméticos e semelhantes por 6 meses. Não sei se conseguirei, só sei que eu estou fazendo e ainda reduzi o que queria ja que eu pensei em fazer por 1 ano. Eu já registrei a produção semanal de lixo uma vez, …

#48

Hoje aprendi que quando tiver vontade de comer algo com lactose, principalmente sorvete, tenho que lembrar de dias como hoje, do enjoo que eu tive hoje, da má digestão que eu tive hoje e das idas ao banheiro.

“Quem quer faz”

Anos atrás fui colocada numa posição delicada por um diretor: Eu, sem gestor imediato e ligada a outra direção, recebi ordem que iria contra ao antigo gestor imediato e diretamente contra a minha própria direção e me recusei a fazer. Fui exposta e 'sairam' com a frase "quem quer faz". Simplista para a vaidade ferida, …

Cookies sem erro

Existem receitas que sempre dão certos, mesmo dando errado. Parece loucura, eu sei, só que é verdade! Eu mesma tenho uma receita de cookies que acontece isso. Essa receita já foi feita com as mais variadas pastas de amendoim, até pasta de amendoim caseira onde eu assei e fiz a pasta. Conselho: compre pronta. Essa …

Um papo no trocador

Fácil fácil gasto mais com um sutiã do que com uma saia, por exemplo. Não me considero chata apenas exigente já que quero que vista bem e que eu me sinta bem com a peça. Por necessidade a loja que eu gosto de comprar esses artigos é na Loungerie. Sim, não é barato e nem …