Amizade e corpos femininos

padrões

Estava eu com uma caipirinha na mão tomando feito água uma amiga. Tivemos dores, semana ruim, ela perda e nós decidimos que iríamos sair. Iniciamos a caça para um local com bom som (Rock, lógico), porem tudo foi decidido na manhã/tarde do sábado.

Durante o primeiro drink com o bar lotado e enquanto a banda ainda se organizava, ela comentou sobre ser gordinha. Olhei e fiquei sem saber o que dizer e sem ter certeza do que tinha escutado quando recebo um puxão de orelha (pense numa semana que só fiz receber puxão de orelha!). Como amiga, era minha obrigação não falar a ela que ela estava gorda e sim fofa.

Vamos discorrer?

Amigas foram feitas para serem sinceras de uma forma ou de outra. De imediato ou depois, para evitar constrangimentos (regra dos 5 mins). Nasci para ver minhas amigas lindas, mesmo que cada uma seja totalmente diferente das outras. Mesmo que cada uma seja totalmente diferente de mim (o que será até mais fácil, confesso). O que eu irei questionar e achar feio é a necessidade de algumas em ter que falar mal de outras, serem mesquinhas ou mente pequena.

Não, não estou dizendo que você aqui é obrigada a ver todas as mulheres como lindas e sim em reconhecer a beleza pouco fora do comum, a beleza fora dos padrões e que as ruas estão cheias. Isso sem falar das mulheres interessantes, inteligentes, que não precisam ser bonitas para serem atraentes. Sei que sofremos mais por inúmeras imposições, mas, ainda chegaremos lá.

Só não me venham falar que estou magrela, que meu biótipo é diferente (magra ou mais cheinha, sou daquelas de ter curvas, de ter cintura) então não sofro dessa forma. Sei. Posso praticamente não ter barriga (só o prednisona de 20mg terminar de sair do organismo) e uma cinturinha fininha mas, tenho trocentas outras particularidades que um corpo dito perfeito não teria. O que eu foco hoje? Mens sana in corpore sano.

Sobre o show? Foi o couvert mais bem pago dos últimos tempos.

Uma resposta para “Amizade e corpos femininos”

Os comentários estão fechados.